O que fazer com os pequenos antes que eles cresçam - Parte 2


O texto do blog Papos de Carinho de hoje é a continuação da Parte 1, então se ainda não leu, corre lá e depois volta aqui rs.

Eles crescem muito rápido, é preciso voltar a atenção em participar desse processo de desenvolvimento marcando positivamente suas memórias com lembranças e valores que vão permear suas vidas.

Então vamos lá! Aproveite cada momento nessa maratona de amor que é criar um filho.

11 - Ajude-os a superar-se!

A vida é cheia de desafios e para nossos filhos não será diferente. Cada um terá seu perfil e características particulares e é preciso respeitar essa individualidade. Mas sempre os incentive a experimentar, a se desafiar, a tentar, a vencer medos, vencer barreiras e ir testando seus próprios limites (com segurança claro), não deixe que seus medos limitem seus filhos de ir além!

Foto: (https://unsplash.com/photos/U4zpPfvogJ4)

12 - Leitura, um portal para outros universos

A leitura é um portal para um mundo imaginário de sonhos e personagens cheios de poderes especiais. Ela estimula a criança a imaginar o que está sendo contado e em suas fantasias, elas criam as próprias formas desse universo imaginário.

Com isso, contribuímos para sua criatividade, estimulamos sua concentração e é um momento delicioso de interação, diálogo, interpretação da história contada e descoberta de como a criança expressa suas percepções.

Foto: (https://unsplash.com/photos/XUX2s1wsFmU)

13 - Passeios com bicicletas

Passear de bicicleta é um momento de aventura e desbravamento. Muito além da atividade física, partilhar esse momento com nossos filhos estimula sua percepção do mundo, valorizando as paisagens, interagindo com o meio onde vive. Sem dúvida serão momentos agradáveis e que vão deixar lindas memórias.

Foto: (https://unsplash.com/photos/VZg4gcN3msE)

14 - Leve-os ao circo, parque, teatro, show, cinema, estádio de futebol…

Façam programas especiais para os pequenos sempre que possível. Leve-os a brinquedotecas, casas de interação e experimentação, teatros infantis, musicais, circos, parques, shows infantis e quando maiores até mesmo uma visita ao estádio de futebol será uma experiência marcante na vida deles.

Em São Paulo existem muitas opções gratuitas e muitas outras pagas. Mas com certeza você encontrará programações divertidas para levar seus filhos dentro do seu tempo e da sua condição financeira, desde que isso seja planejado e priorizado.

Foto: (https://unsplash.com/photos/nqWE-h_oRcU)

15 - Crie momentos lúdicos e especiais

Crie seus próprios momentos lúdicos de profunda alegria e crie seus próprios rituais familiares.
Que tal acordar seus filhos com café na cama em algum final de semana ou feriado?

Comemore aniversários! Faça uma festa grande ou pequena, com apenas o bolo e a família ou cheia de convidados. O que é muito importante é celebrar a vida e ensinar a eles a importância de agradecer por mais um ano e eles perceberem o quanto são importantes.

Então, que tal pensar em seus próprios rituais lúdicos? O dia da dança, dos jogos, o dia de irem ao mercado vestido de personagem, festa dos amigos em casa, acampamento no quintal, festa do pijama, brincar de teatro, o dia da visita no trabalho… enfim, crie as marcas e identidades que vão fazer seus filhos lembrarem de vocês para o resto da vida deles, marque-os profundamente de boas e doces memórias.

Foto: (http://blog.bemol.com.br/blog/2015/05/como-organizar-um-cafe-da-manha-surpresa-na-cama-no-dia-das-maes/)

16 - Registros anuais

Faça uma fotografia todos os anos, com a mesma composição familiar e guarde como um registro das mudanças de fisionomia e do crescimento dos seus filhos.

Esse registro pode ser em uma data específica ou até mesmo aqueles tradicionais ensaios fotográficos de natal, encontro de aniversário, no dia dos pais ou das mães, o importante é garantir o registro anual da foto em família!

Foto: (https://www.danidavanso.com.br/blog/?tag=ensaio-natal-de-familia)

17 - Façam boas ações juntos

Minha mãe já dizia: Fazer o bem e não olhar a quem...
Nossos filhos vão aprender muito mais com que fazemos do que com o que falamos, então, pense de que forma você poderá ensinar pelo exemplo. Isso não deverá ser apenas um dia específico no ano com um evento de ajuda e de boas ações… mas que ele perceba e veja você praticar diariamente a generosidade, o respeito e o amor ao próximo nos pequenos gestos.

Separe junto com seus filhos roupas, brinquedos e livros para doação. Leve-os juntos para entrega. Se puder, participe de ações organizadas para ajudar grupos, organizações ou de conscientização ambiental. Leve-os juntos para que eles compreendam o sentido de se doar, dividir, compartilhar e cuidar um pouco com quem precisa e também do meio ambiente! Eu tenho certeza que você se surpreenderá com o efeito que tais atitudes podem promover no crescimento pessoal, empatia e generosidade para você e consequentemente para seus filhos.

Foto: (http://www.fibrandobrasil.com.br/fibran/pesquisadores-descobrem-que-boas-acoes-geram-bem-estar-mental/)

18 - Tempo para histórias e conversas

Em sua rotina, separe um tempo específico de diálogo com seus filhos. Pode ser que devido às demandas da vida agitada isso seja um desafio muito grande. Mas busque e priorize esse momento de troca sobre como foi o dia, o que fizeram, o que aconteceu de bom ou de ruim. Mostre que você se importa com as experiências deles.

Não precisa ser uma conversa formal, pode ser um papo rápido no momento de uma das refeições, juntos em volta da mesa, sem interferência de eletrônicos ou televisão. Ou ainda no caminho da escola ou até mesmo um bate papo delicioso ao pé da cama antes dos pequenos dormirem. Crie esse momento que pode ser de 5 ou de 50 minutos, não importa o tempo em si, mas o quanto você esteja presente nesse momento, atento e comprometido com a qualidade dessa conversa.

Foto: (https://saofranciscodoconde.ba.gov.br/pas-promove-reuniao-com-todos-os-beneficiarios/)

19 - Vivam o amor

Declare seu amor diariamente. Ensine desde cedo a seus filhos que não há motivos para ter vergonha em declararmos nossos sentimentos. Permita e abra espaço para que eles expressem seus sentimentos e também frustrações, acolhendo-os, mesmo que tenha muitos motivos para estar chateado com eles.

Fique atento para não criar insegurança de não ser amado por não ser aprovado em alguma de suas atitudes. É muito importante deixar claro que sempre corrigimos por amor e para o bem deles, mas que isso não diminui nosso sentimento genuíno de amor e respeito a eles.

Foto: (https://www.semprefamilia.com.br/aos-meus-amigos-que-nao-tem-filhos-um-texto-de-emocionar-qualquer-pai-ou-mae/)

20 - Ensine-os a ter fé!

Talvez você não tenha uma religião, ou não foi levado a ter uma fé. Mas saiba que ter fé é absolutamente saudável.
A fé nos faz enxergar as coisas com referências que vão além das que estão ao alcance dos nossos olhos. É experimentar, sentir e compreender o mundo, as situações e circunstâncias da vida por um prisma que vem de dentro para fora e não de fora para dentro.

Ter fé, nos faz compreender o que é incompreensível racionalmente. Nos ajuda a lidar com as perdas, dores, frustrações e nos fortalece para enfrentarmos os desafios da vida.

Ter fé não significa ter uma placa religiosa para impor padrões, valores e princípios. Ter fé é acima de tudo compreender que somos parte de um todo e ainda assim, somos únicos e especiais. Ter fé nos faz entender que existe uma realidade invisível paralela, muito maior do que a realidade que enxergamos.
Como você fará isso? Pergunte ao seu coração! Fé é muito pessoal, você pode dar um caminho ao seu filho, mas lembre-se a escolha sempre será dele!

Foto: (https://unsplash.com/photos/4U1x6459Q-s)

Os textos "Antes que eles cresçam" sem dúvida foram os dois textos que mais me emocionaram ao escrever. Trouxeram minha relação com as memórias familiares e com meu relacionamento com meu filho. A medida que fui escrevendo fui pensando em quanto as minhas lembranças são fortes e como elas me compõe como pessoa.

Isso só aumentou o meu desejo de me comprometer ainda mais em aproveitar cada momento precioso do crescimento do meu filho, da minha urgência de encher ele de boas memórias e aproveitar cada segundo ao seu lado antes que chegue o dia em que eu perceba que ele cresceu e que seu foco estará em outros momentos e em outras companhias.

Esse foi o nosso texto do blog Papos de Carinho de hoje, carregado de emoções e espero que ele alcance o seu coração. Deixe seu comentário, compartilhe, contribua com outras coisas que não podemos deixar de fazer antes que eles cresçam.

 

 






Posts relacionados

A importância do calendário da vacinação infantil
A importância do calendário da vacinação infantil
Calendário de Vacinação Infantil 2019: quando os pais entendem sua importância e benefícios tornam-se agentes multiplica
Ler Mais
Brincadeiras diferentes e divertidas para o Chá de Bebê
Brincadeiras diferentes e divertidas para o Chá de Bebê
Cansou das brincadeiras tradicionais? Nós também. Trazemos para vocês 3 dicas de brincadeiras super interativas e divert
Ler Mais
Como pedir presentes para o chá de bebê ou chá de fraldas
Como pedir presentes para o chá de bebê ou chá de fraldas
Você não sabe como pedir os presentes do Chá de Bebê? Acredite: Seus amigos e familiares vão adorar serem convidados e p
Ler Mais
Seu filho vai seguir seu exemplo, não o seu conselho 
Seu filho vai seguir seu exemplo, não o seu conselho 
Dar exemplo não é a melhor forma de educar, é a única (Albert Schweitzer)
Ler Mais

Deixe um comentário 💕💗